HOME / Live com Ciça Melo, fundadora do projeto social Paratodos

Live com Ciça Melo, fundadora do projeto social Paratodos

sexta-feira, 26 de março de 2021

TAGS:

A convidada, Ciça Melo, fundadora do projeto social Paratodos, tem o objetivo de provover a inclusão, provocando reflexões, propondo ações e gerando mudanças _ conscientes e consistentes _ em toda a sociedade (comunidade, escola, empresa e governo). O projeto consiste em mostrar que diferentes – e únicos – somos todos e que o mundo é Paratodos, onde é impossível simplesmente não existe. Para isso atuam em 4 frentes: falamos, escrevemos, formamos e premiamos. Para saber mais sobre o projeto Paratodos, clique no link.

Renato Senna, gerente Geral da Rede Cruzada, e Ciça conversam sobre Educação inclusiva: acolhendo a diversidade. Renato diz que a escola é a instituição que tem resistido mais a mudar o seu modelo da Revolução Industrial de massificação de transmissão de conhecimento, onde a gente ignora as singularidades das pessoas, o ritmo.

“Cada pessoa é única. O desafio da educação inclusiva é a gente perceber a singularidade de cada, o tempo de cada, mas como a gente faz isso”?, pergunta o Gerente Geral.

Ciça diz que se a gente quisesse tirar a questão da pessoa com deficiência, a pergunta continuaria. Porque como a gente faz um modelo de educação que respeita todas essas individualidades, todos os tempos diferentes em que as pessoas tem de acordo com as diferentes matérias.

“Ninguém anda no mesmo ritmo, nas mesmas questões. Umas tem mais facilidade em exatas, outras em humanas, outras em questão espacial. Então, quando eu tento homogeneizar e colocar todo mundo dentro de um padrão fica extremamente difícil”, afirma Ciça Melo.

Melo diz que remetendo ao tempo da revolução Industrial , a gente tinha pessoas aprendendo no um a um. Somente os muito ricos tinham acesso aos tutores e havia um tutor que andava no seu ritmo. A partir do momento em que a educação foi ampliada, um professor foi colocado dentro da sala de aula e ensinar de forma maciça. Era uma realidade que deixava muitos para trás, porque ele focava na média, ou seja, até quem estava adiantado se desinteressava, ou seja, tanto quem estava acima como abaixo, acabavam não sendo atendidos.

“A questão da pessoa com deficiência, que é apenas a cereja do bolo,  quando ouço que um professor diz que não dá conta, mas ele já não estava dando conta de atender a diversidade, sem contar com a pessoa com deficiência”, ressalta Ciça Melo.

O que a pessoa com deficiência vem nos mostrar é o que acontece de forma mais clara dentro da sala de aula, afirma Ciça. 

Como é possível atender de forma individual a cada aluno? Entrando no assunto da pandemia, ela trouxe de uma forma muito postergada, a questão da tecnologia. A tecnologia é o maior aliado nesse formato de educação individualizada. Quanto mais se usa a tecnologia, mais é possível atingir a cada um no seu ritmo. É possível trabalhar de acordo com as necessidades de cada um, porque a tecnologia me identificar e ir colocando novos “capítulos” de forma individual. Não é necessário postar para todos ao mesmo tempo, é possível postar de forma individualizada.

Afinal, o Paratodos é a favor da educação, nós não entendemos como uma educação pode acontecer se ela não for inclusiva.

Dê play e acompanhe a íntegra a conversa dos educadores.

Quer saber mais novidades sobre a Rede Cruzada? Siga a gente nas redes sociais: YouTube, Instagram, Facebook, LinkedIn 

Venha conosco criar um futuro melhor para todos. Seja um Investidor Social e apoie a educação como agente transformador!

Compartilhar:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comments