AS LINGUAGENS DOS NOSSOS QUINTAIS

Projeto Pedagógico – Rede Cruzada

“Amor a sabedoria remete à busca por um pensar mais profundo sobre o que se pensa, uma busca amorosa pelo sentindo, fundamentado na compreensão do mundo, do outro, do ser.”

Lara Sayão

Em abril de 2020, iniciamos um processo de formação com a equipe pedagógica da Rede Cruzada. Revisitamos nossas práticas, estudamos sobre o processo de observação, refletimos sobre o que era o brincar livre e mergulhamos nas nossas infâncias. Esse movimento inicial tinha como intuito compreender os caminhos pedagógicos percorridos, conceitos que precisávamos aprofundar e outros que tínhamos que rever em busca de nos reconectar com a natureza, o imaginário e as liberdades brincantes. Com este movimento, estamos costurando essa rede e caminhando para uma pedagogia do afeto, libertária e transformadora.

A partir dessa caminhada, realizada de mãos dadas com as 4 unidades da Rede Cruzada, foi construído o Projeto Pedagógico “As linguagens dos nossos quintais” desenvolvido em cima de quatro pilares: o brincar, a literatura para além dos livros, ambiência pedagógica e documentação pedagógica. Esses pilares são bases fundamentais para o respeito ao protagonismo das crianças e o fortalecimento da infância.

A escolha deste nome é a conexão com o nosso fazer pedagógico. O brincar é a principal linguagem da criança é através dessa linguagem que costuramos as outras muitas linguagens, como a música, literatura, teatro, dança, artes, fotografia e as liberdades de ser e estar. Os quintais são o chão da escola, a rua, a comunidade, a natureza, todos os espaços físicos ou não, os quintais e as suas linguagens são os territórios de memórias da infância.

 O Projeto Pedagógico da Rede Cruzada é uma afirmação dos direitos da infância, é um elo entre os protagonismos das crianças e adultos que movimentam o chão da escola. As observações cotidianas, as partilhas, os ambientes, os sorrisos, os choros, os tempos precisam estar conectados para que a expressão do brincar e os saberes transbordem e sejam acolhidos e respeitados. Um viva aos nossos quintais! Aguardamos as suas interações e contribuições nos comentários.

Até breve!

Por: Isis Flora, gerente de desenvolvimento organizacional e
Lua Fonseca, coordenadora geral da unidade do Shopping Nova America

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.