HOME / Rede Cruzada e Colégio Cruzeiro: a parceria que educa e faz o bem

Rede Cruzada e Colégio Cruzeiro: a parceria que educa e faz o bem

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

TAGS:

A prática do bem deve começar na infância e a parceria entre Rede Cruzada e o Colégio Cruzeiro veio mostrar uma nova forma de ensinar e aprender. 

Abrimos um parêntese para dizer que os Estados Unidos ocupam a segunda colocação no ranking global de filantropia, ficando atrás apenas do Mianmar, país asiático. O Brasil está em 68ª posição. 

Destacamos essa informação porque no país americano as crianças recebem educação para a beneficência no período escolar, dessa forma, elas constroem uma consciência altruísta, no Brasil ainda não existe a cultura da doação, ainda que esse cenário esteja mudando a passos curtos.

Estamos todos inseridos em uma sociedade em que cada um tem muito o que aprender, fazer e oferecer para a melhoria de um todo.

Com esse jeito de pensar, há sete anos o Colégio Cruzeiro e a Rede Cruzada formaram uma parceria que envolve respeito, solidariedade e muito aprendizado mútuo.

Continue a leitura e saiba mais detalhes dessa união colaborativa.

Colégio Cruzeiro e a unidade Emilien Lacay

Quem conta a história do nascimento dessa união é a Coordenadora da Ação Social SBH/Colégio Cruzeiro, a senhora Luciane Hentschke.

Em seu relato, a profissional diz que em 2013 a escola ficou sabendo, por meio de pais de alguns dos seus alunos, que a Casa Emilien Lacay, unidade da Rede Cruzada situada em Jacarepaguá, recebia crianças na Creche.

A informação que atraiu a escola foi que a instituição acolhia as crianças com atividades pedagógicas e recreativas e que o trabalho era principalmente voltado às moradoras da vizinhança da Cidade de Deus.

Com intuito de conhecer melhor a casa, Luciene destaca que foi feito um contato com a Sra. Márcia Bogea que prontamente atendeu e, em seguida, apresentou a creche para alguns membros da escola. 

Nessa visita foi sentida e percebida a seriedade da Rede Cruzada em relação aos serviços oferecidos à comunidade e a sua amplitude.

Além das crianças, a Casa Emilien Lacay também acolhe idosos e, dessa forma, a unidade desenvolve um trabalho intergeracional, promovendo atividades compartilhadas entre os pequenos e os anciãos, o que possibilita oportunidades únicas de:

  • troca de experiências e de afeto, 
  • respeito e valorização, 
  • convivência e integração.

Como o Colégio Cruzeiro já desenvolvia com seus alunos trabalhos de Ação Social enfatizando a solidariedade e a dignidade humana, foi proposta uma parceria de trabalho e aprendizado no bem com a Rede Cruzada. 

Os resultados da parceria

A proposta da escola era proporcionar períodos de recreação infantil, chamados de tardes de voluntariado, onde o aluno se deslocava até a Instituição para compartilhar momentos com as crianças assistidas pela unidade da Rede Cruzada. 

Esse voluntariado passou a ser um motivo de alegria para todos os envolvidos e de fortalecimento de vínculos por meio de brincadeiras, lanches, contações de história, além das comemorações especiais, como Páscoa e Festa Junina. 

O trabalho se estendeu e os idosos também começaram a ser assistidos com entregas pontuais de cestas básicas e atividades que promoveram aproximação e compartilhamento de experiências, momento no qual as trocas extrapolavam as palavras.

As crianças da Casa Emilien Lacay também visitaram os estudantes do Colégio Cruzeiro em datas como o Dia da Criança e no Apadrinhamento de Natal. 

Luciene aponta como resultado:

Essa parceria é muito positiva para todos nós. Temos a certeza de que todos se beneficiam desses encontros, dessas trocas. Para o sentimento de ajudar o próximo não há explicações: há gestos, demonstrações de afeto e de carinho, o que nossos alunos têm construído com a família Cruzada. Obrigada pelo apoio, parceria e amizade!”.

 

responsabilidade em ajudar e promover a redução das desigualdades é de todos. Seja você também um parceiro da Rede Cruzada possibilitando levar o bem a uma parcela da comunidade. Entre em contato e saiba como.

Compartilhar:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comments